ESPORTES EM NÚMEROS

HOME
ATLETISMO
CICLISMO
DICAS
DIVERSÃO
JOGOS OLÍMPICOS
NATAÇÃO
NOTÍCIAS

NOVOS RECORDES

 

VOLTA CICLÍSTICA

O ciclismo é um esporte complexo, no qual os competidores precisam enfrentar além de uma variedade de estratégias empregadas pelos oponentes, uma série de fatores da natureza. Entre estes últimos, destacam-se as elevações do terreno.
 
A performance em colinas é um dos fatores determinantes de sucesso nas principais competições ciclísticas internacionais.
Os eventos competitivos em ciclismo incluem provas de estrada, contra-relógio e criterium. Cada um deles apresenta diferentes desafios aos atletas.
 
As provas de estrada são caracterizadas pela largada com um grande número de atletas. Os atletas partem juntos como parte do pelotão, embora os indivíduos sejam na realidade membros de equipes separadas. As principais preocupações que afetam a performance em provas de estrada, são a tática de equipe e o vácuo. Visto que os ciclistas permanecem agrupados no pelotão, apenas os poucos que estão na frente, em um dado momento da corrida, enfrentam os efeitos totais da resistência do vento, enquanto os outros podem manter-se facilmente no ritmo do pelotão através do vácuo. Normalmente, os ciclistas  conseguem escapar e distanciar-se do pelotão quando a dinâmica complexa do apoio de equipe o permite, mas a maior provação ao atleta, ocorre quando o pelotão encontra uma colina.
 
As provas contra-relógio apresentam problemas diferentes. Os ciclistas enfrentam individualmente o vento . Potência e resistência individual, em última análise, determinam a performance. Por esta razão, o contra-relógio recebeu o apelido de prova da verdade. Provas de nível profissional, como o Tour de France, utilizam etapas de contra-relógio para separar na classificação geral os ciclistas que realmente estão na disputa dos ciclistas de apoio, os "domestiques". Triatletas estão, essencialmente, realizando um contra-relógio durante a etapa de ciclismo em suas competições.
 
As provas de criterium são eventos com largada com um número menor de atletas, realizadas em um circuito curto e fechado. São realizadas múltiplas voltas no circuito, com curvas abruptas de alta velocidade. A performance é baseada principalmente na técnica de manejo da bicicleta e na velocidade de sprint.
 
Das três formas básicas de provas ciclísticas, a prova de estrada com escalada é a mais notável pelo uso de terreno com elevações, e pelos fatores que influenciam a performance em colinas.
 
Aclives
Nas bicicletas modernas, com pneus estreitos de alta pressão, a velocidade é significativamente maior. Quando a prova tem aclives acentuados, a gravidade é adicionada como um fator a mais das forças a serem enfrentadas. Uma vez que o ciclista tem uma fonte finita de potência, ele precisa necessariamente reduzir a velocidade na proporção da inclinação da colina. Considerando-se os efeitos de gradual aumento da inclinação da estrada, a medida que a inclinação aumenta, proporcionalmente a velocidade diminui. Assim, é necessária uma subida íngreme para reduzir significativamente a velocidade de um ciclista competitivo. Uma vez alcançado um determinado nível de inclinação na subida, ocorre uma grande mudança na dinâmica de prova, o vácuo torna-se um instrumento relativamente menos útil na competição.
Nas velocidades baixas que ocorrem nas subidas íngremes, da ordem de 16 km/h ou menos, a resistência do ar é desprezível, e o vácuo torna-se quase que insignificante, proporcionando favorecimento aos melhores atletas, havendo um resultado final mais justo.

Voltar