ESPORTES EM NÚMEROS

NOVOS RECORDES

 

31/12/2007 - Quenianos dominam a 83ª São Silvestre

O Quênia dominou a 83ª edição da Corrida de São Silvestre, disputada nesta segunda-feira, em São Paulo. No feminino, Alice Timbilili venceu com tranqüilidade, com o tempo de 53m07s, seguida pelas brasileiras Marizete Rezende e Maria Zeferina Baldaia, respectivamente campeãs da prova em 2002 e 2001. No masculino, Robert Cheruiyot não deu chances aos brasileiros e conquistou o tricampeonato da prova (já havia vencido em 2002 e 2004) com o tempo de 45m57s. Em segundo lugar chegou outro queniano, Patrick Ivuti; em terceiro, o melhor brasileiro na prova, Anoé dos Santos Dias, com o tempo de 47m06s. Franck Caldeira, campeão em 2006 e um dos favoritos ao título, abandonou a prova no quilômetro cinco.

Alice Timbilili teve um pouco mais de trabalho para conquistar a vitória. A queniana, de 24 anos, assumiu a liderança desde o início, e foi perseguida por cerca de seis quilômetros por Maria Zeferina Baldaia. Nos últimos cinco quilômetros, no entanto, após deixar Baldaia para trás, Timbilili sofreu o ataque de Marizete Rezende, que chegou a estar a apenas 18 metros da queniana na subida da Brigadeiro Luis Antônio e tentou repetir o feito de 2002, quando conseguiu uma recuperação impressionante e conquistou o título. Mostrando total controle sobre a prova e as adversárias, Alice aumentou o ritmo e abriu uma confortável distância até o fim.

No masculino, o também queniano Robert Cheruiyot precisou de apenas três quilômetros para deixar para trás os corredores que largaram em um ritmo muito acima do recomendado para disputar a prova, e assumiu a liderança com tranqüilidade. Mantendo um ritmo forte e constante, Cheruiyot deixou o pelotão de elite para trás e liderou a prova sem problemas.

A liderança do queniano foi tão ampla que ele chegou a ultrapassar as líderes da prova feminina, cruzando a linha de chegada em primeiro lugar, mesmo tendo largado sete minutos depois das mulheres.

Na cerimônia de premiação, um fato curioso: Robert Cheruiyot e Patrick Ivuti subiram ao pódio com bandeiras do Atlético-MG. Perguntados sobre a razão de portarem o símbolo do maior rival do Cruzeiro, clube de Franck Caldeira, os quenianos disseram não saber o que a bandeira significava. Como as receberam no caminho para o pódio, levaram-nas consigo.

Confira o resultado final da prova

Masculino
1º Robert Cheruiyot (QUE) – 45m57s
2º Patrick Ivuti (QUE) – 46m52s
3º Anoé dos Santos Dias (BRA) – 47m06s
4º Jacinto Lopez Lopez (COL) – 47m23s
5º Marildo José Barduco (BRA) – 47m36s
6º Daniel Gatheru (QUE) – 47m46s
7º Elias Souza Silva (BRA) – 47m48s
8º Giomar Pereira da Silva (BRA) – 48m05s
9º Ubiratan José dos Santos (BRA) – 48m09s
10º José Teles (BRA) – 48m11s

Feminino
1º Alice Timbilili (QUE) – 53m07s
2º Marizete Rezende (BRA) – 53m36s
3º Maria Zeferina Baldaia (BRA) – 54m43s
4º Edielza Alves dos Santos (BRA) – 54m52s
5º Marily dos Santos (BRA) – 55m03s

Conheça os vencedores da São Silvestre desde 1925

Fonte: GloboEsporte.com


Voltar