ESPORTES EM NÚMEROS

NOVOS RECORDES

 

31/12/2005 - Marilson vence pela segunda vez a São Silvestre

Após o vice-campeonato em 2002 e a vitória em 2003, o brasileiro Marilson Gomes dos Santos sagrou-se bicampeão da Corrida de São Silvestre, em sua 81ª edição. Na tarde deste sábado, nas ruas de São Paulo, o atleta cruzou a linha de chegada no tempo de 44min21s deixando para trás o queniano Robert Cheruiyot, campeão do ano passado, que terminou a prova na segunda colocação, com 45min17s.

Durante praticamente toda a prova, o brasileiro e o queniano duelaram pela primeira posição, mas faltando apenas 5km para o fim, Marilson disparou na frente e não deu chances para Cheruiyot. Na ocasião, o melhor brasileiro mais bem colocado foi Clodoaldo Gomes da Silva, que terminou em quinto. Cheruiyot também venceu a corrida em 2002.

Antes da prova deste sábado, Cheruiyot havia apontado dois adversários como os mais fortes na prova de 15 quilômetros de extensão: o próprio Marilson dos Santos e Franck Caldeira, vencedor da Maratona de São Paulo naquele ano.

Prova Feminina

Vencedora no ano de 1998 da Corrida de São Silvestre, a servia Oliveira Jevtic repetiu o feito, neste sábado, e venceu a 81ª edição da prova. Ela cruzou a linha de chegada com o tempo de 51min38s e superou uma das favoritas, a queniana Rose Cheruivot, segunda colocada com 51min47s.

A prova deste ano reuniu duas mil mulheres nas ruas de São Paulo e a melhor brasileira colocada foi Lucélia Peres, que terminou a prova na quarta colocação com a marca de 52min10s.

Lucélia, atual bicampeã da Volta da Pampulha, participou de dez edições da São Silvestre, mas apenas há três anos começou a treinar forte para tentar vencer a prova. Para este ano, Lucélia se preparou desde setembro. No ano passado, a atleta conseguiu completar o percurso na segunda colocação.

A etíope Bizunesh Bekele fechou na terceira colocação, enquanto Berta Sanchez foi a quinta. A primeira colocada embolsou R$ 21 mil.

Em 1998, Jevtic obteve seu primeiro título da São Silvestre e usou sua experiência para garantir o bi. Sabendo do desgaste provocado pelo percurso, ela qualificou a tática de Rose (segunda colocada) de maluca.

- Ela é louca - disse a sérvia sobre o fote ritmo imposto pela queniana no início da prova.

- Estou muito feliz com a conquista da São Silvestre porque este era meu objetivo - disse Jevtic.

Conheça todos os vencedores da São Silvestre

Fonte: LANCEPRESS

Voltar