ESPORTES EM NÚMEROS

NOVOS RECORDES

 

23/04/2009 - Alain Bernard bate recorde mundial nos 100m livre masculino em piscina longa

A prova mais importante da natação mundial tem um novo recordista mundial. Ou melhor, um velho conhecido. Campeão olímpico em Pequim, em 2008, o francês Alain Bernard, de quase 26 anos, quebrou ontem o recorde dos 100 metros livre, tornando-se o primeiro homem a nadar a distância em menos de 47 segundos. Seu tempo de 46.94 (22.35) superou o antigo recorde de 47.05 (22,44) do australiano Eamon Sullivan, obtido em 13 de Agosto de 2008 nas Olimpíadas de Pequim. O feito de Bernard ocorreu nas semifinais do Campeonato Francês, que está sendo realizado em Montpellier, sul do país. Esta é a quarta vez em pouco mais de um ano que o golden boy do esporte da França quebra o recorde da prova.

Bernard chegou à frente de um de seus rivais na natação francesa, Amaury Leveaux, que completou a prova em 47.76. "Eu sabia que as condições estavam reunidas para fazer algo assim", disse, ontem, ao deixar a piscina. "Me tornar o primeiro a baixar dos 47 segundos é mítico!".

O tempo, contudo, ainda precisa ser homologado pela Federação Mundial de Natação (Fina), porque Bernard utilizava ontem, pela primeira vez, um novo traje desenvolvido pela fabricante de material esportivo francesa Arena. O maiô ainda não foi submetido à inspeção da entidade que, desde o início do ano, adota parâmetros para definir se uma roupa interfere ou não na conquista de resultados. "É um recorde mundial a perigo", afirmou César Cielo (leia ao lado). "Ainda não temos qualquer informação sobre o que a Fina está aceitando."

A despeito da espera pela confirmação, Bernard se mostra confiante sobre o futuro. Em entrevista concedida há 15 dias ao Le Monde, o nadador afirmou que seu maior desafio é vencer a prova no Mundial de Roma, em julho. Mira, também, os 50 m e o revezamento 4 x 100 m. "Quero ser campeão do mundo", afirmou. O recordista já havia revelado o objetivo de baixar a marca de 47 s. "Sei que posso nadar mais rápido."

Outro desafio de Bernard para manter a hegemonia será superar Michael Phelps, o maior campeão olímpico de todos os tempos, com oito medalhas de ouro. O americano, que ainda cumpre suspensão de três meses por uso de maconha, já revelou seu desejo de disputar provas de velocidade. Apesar da admiração, Bernard não se intimida. "Phelps revolucionou a natação. Ao seu lado, somos apenas garotos. Mas no sprint é diferente. Veremos."

Veja os recordes mundiais masculinos em piscina de 50m

Voltar