ESPORTES EM NÚMEROS

NOVOS RECORDES

 

17/07/2008 - Tour: Italiano Riccardo Riccó positivo no doping

Há mais um escândalo no Tour de France 2008. RICARDO RICCÓ, ciclista da equipe Saunier Duval revelou vestígios de EPO em um controle antidoping. O italiano que já venceu duas etapas neste Tour 2008, ocupava o 9º lugar da classificação geral.

Na 6ª etapa, entre Aigurande e Super-Besse com 195,5 km, a primeira com chegada em montanha, superou o espanhol ALEJANDRO VALVERDE e o australiano CADEL EVANS nos metros finais. Na 9ª jornada, a primeira grande etapa de montanha dos Pirinéus, com duas escaladas de categoria Especial, o Peyresourde e o Col d'Aspin, o italiano atacou na última subida, e não deu chances de reação aos outros especialistas de montanha, chegando com 1 minuto e 4 segundos de vantagem sobre VLADIMIR EFIMKIN. Na seqüência do controle positivo de RICARDO RICCÓ, a equipe espanhola Saunier Duval abandonou o Tour de France 2008.

Este é o terceiro caso de doping desta 95ª edição do Tour de France. O primeiro foi do espanhol MANUEL BELTRAN da equipe Liquigas, seguido do compatriota MOISES DUENAS da equipe britânica Barloworld.

Na 12ª etapa do tour disputada hoje, o jovem ciclista britânico MARK CAVENDISH da equipe Columbia, foi o vencedor. CAVENDISH, o melhor velocista da competição, superou no “sprint” final o francês SÉBASTIEN CHAVANEL da equipe Française des Jeux, e o belga GERT STEEGMANS da Quick Step, respectivamente 2° e 3° colocados.

A jornada de 168,5 Km disputada nesta quinta-feira 17 de julho, entre as cidades de Lavelanet e Narbonne, começou em alta velocidade. Na primeira hora de prova os ciclistas atingiram a velocidade média de 51 Km p/h, com várias tentativas de fuga se sucedendo. Foi no Km 35 que se formou a “fuga do dia”, composta pela dupla francesa ARNAUD GÉRARD da equipe Francaise des Jeux e SAMUEL DUMOULIN da Cofidis. A dupla andou bem a frente do pelotão até a marca de 55 Km para a chegada, quando parecia que iria ser neutralizada.

Houve então a ação do espanhol JUAN JOSE OROZ da equipe Euskaltel Euskadi, que atacou no pelotão, se juntou aos escapados, e impôs um novo “gás” à fuga. O trio acabou sendo alcançado a 9 Km para a chegada, com uma ação forte das equipes dos velocistas.

Com o pelotão chegando compacto em Narbonne, não houve alterações na classificação geral. O australiano CADEL EVANS da equipe Silence-Lotto manteve a Camisa Amarela, e o espanhol OSCAR FREIRE da Rabobank, 5° na etapa, ratificou a 1ª colocação na classificação por Pontos.

Já as classificações de Montanha e da Juventude tem novos líderes, após a desclassificação do italiano RICCARDO RICCÓ da equipe Saunier Duval por doping. O alemão SEBASTIAN LANG da equipe Gerolsteiner é o novo líder da Montanha, e o italiano VINCENZO NIBALI da Liquigas o da Juventude.

Acompanhe o Tour de France 08

Saiba mais sobre o Tour de France

Fonte: ss.esp.br

Voltar