ESPORTES EM NÚMEROS

HOME
ATLETISMO
CICLISMO
DICAS
DIVERSÃO
JOGOS OLÍMPICOS
NATAÇÃO
NOTÍCIAS

NOVOS RECORDES

 

08/08/2005 - Notícias do Mundial de Atletismo de Helsinque

Fonte: Gazeta Esportiva.net

Campeão olímpico confirma seu favoritismo e vence 10.000m

O etíope Kenenisa Bekele, campeão olímpico e detentor do recorde mundial dos 10.000m (26min20s31) confirmou seu favoritismo nesta segunda-feira ficou com a primeira colocação no Mundial de Helsinque, conquistando seu segundo título mundial consecutivo. Seu tempo foi de 27min08s33.

A estratégia do campeão foi se manter com os outros competidores durante praticamente toda a prova, disparando na volta final. Seu compatriota Sileshi Sihine, prata em Atenas, fez 27min08s87 e ficou com a segunda colocação. O pódio só não foi completamente etíope porque o queniano Moses Mosop terminou na terceira posição, com um tempo de 27min08s96.

Sueca é ouro no salto em altura

Beneficiada pela contusão da campeã olímpica Yelena Slesarenko, que machucou o pé esquerdo na classificação do último sábado, a sueca Kajsa Bergqvist saltou 2,02m na sua primeira tentativa na final do salto em altura do Mundial de Helsinque e ficou com a medalha de ouro da competição.
A atleta, de 28 anos, já havia conquistado dois bronzes em edições anteriores do Mundial. Além disso, ela não pôde disputar os Jogos Olímpicos de Atenas por conta de uma lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo. O recorde mundial da prova é da búlgara Stefka Kostadinova com 2,09m, obtido em Roma em 30 de Agosto de 1987.

A segunda colocação ficou com a norte-americana Chaunte Howard, que saltou 2,00m. Logo atrás veio uma outra sueca: Emma Green, que saltou 1,96m. Com este resultado, a Suécia conquista seu segundo ouro no torneio.

Americana leva ouro nos 100m

A prova foi das mais difíceis, mas a norte-americana Lauryn Williams conseguiu levar a malhor na final dos 100 metros rasos. Depois de uma largada ruim, ela teve de fazer uma corrida de recuperação para cravar a marca de 10s93 e conquistar sua medalha de ouro no Mundial de Atletismo, em Helsinque. A disputa foi bastante equilibrada e a jamaicana Veronica Campbell, campeã olímpica nos 200m, chegou apenas dois centésimos depois. Completando o pódio, apareceu uma das favoritas ao ouro, a francesa Christine Arron, que completou o percurso em 10s98. O recorde mundial da prova é da americana Florence Griffith-Joyner, com o tempo de 10s49, obtido em Indianápolis em 16 de Julho de 1988.

Prata em Atenas, Williams não conseguia esconder a alegria pela façanha. Bem mais lenta, Yuliya Nesterenko, de Belarus, foi a grande decepção da final. Atual campeã olímpica, ela conquistou apenas a oitava colocação no Mundial, com o tempo de 11s13.

Uganda leva primeiro ouro em Mundiais

A atleta Docus Inzikuru conquistou nesta segunda-feira o primeiro ouro da história de Uganda em Mundiais de Atletismo. Em Helsinque, na final dos 3.000m com obstáculos, prova em que disputava pela primeira vez, ela marcou 9min18s24 e ficou com a primeira colocação, entrando para a história de seu país. A segunda posição ficou com a russa Yekaterina Volkova, que chegou bem atrás, com 9min20s49. Já a queniana Jeruto Kiptum garantiu o bronze ao fazer 9min26s95. O recorde mundial na prova é da russa Gulnara Samitova, com 9min01s59, obtido em Iráklio em 4 de Julho de 2004.

Lançamento de martelo

Na final do lançamento de martelo masculino, o pódio foi praticamente dominado pelos atletas de Belarus, que ocuparam o primeiro e o segundo postos. Com 83,89m Ivan Tikhon ficou com ouro, com largar vantagem sobre seu compatriota Vadim Devyatovskiy, que fez 82,60m. A terceira posição foi do polonês Szymon Ziólkowski, que marcou 79,35m. O recorde mundial é do russo Yuriy Sedykh, com 86,74m, obtido em Stuttgart em 30 de Agosto de 1986.

 

Conheça os recordes mundias no atletismo: Masculino / Feminino

Voltar