ESPORTES EM NÚMEROS

HOME ATLETISMO CICLISMO DICAS DIVERSÃO JOGOS OLÍMPICOS NATAÇÃO NOTÍCIAS NOVOS RECORDES

08/05/2005 - Pinheiros conquista o Tricampeonato do Troféu Brasil de Natação

Fonte: Agência Folha (Vicente Toledo Jr)

Com 17 medalhas de ouro em 42 possíveis, o Esporte Clube Pinheiros conquistou neste domingo o tricampeonato do Troféu Brasil, principal competição da natação nacional em piscina curta, disputada no Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte.

O clube paulistano terminou o torneio com 2.916,5 pontos, enquanto o clube anfitrião ficou em segundo lugar com 2.126. A terceira colocação foi da Unisanta, de Santos, com 1.700 pontos.

O Pinheiros teve ainda o melhor atleta masculino da competição, o sul-africano Ryk Neethling, que conquistou nada menos que seis medalhas de ouro (50 m borboleta; 100 m e 200 m livre; 4x50 m, 4x100 m e 4x200 m livre) e uma de prata (4x100 m medley).

De quebra, ele obteve o melhor índice técnico do Troféu com o tempo de 23s97 nos 50 m borboleta. "Foi uma boa experiência. Minhas provas foram bastante competitivas e pude avaliar minha preparação para o Mundial", comentou o sul-africano.

Neste domingo, ele venceu duas provas. Nos 100 m livre, ele marcou o tempo de 50s63, seguido por Eduardo Deboni (50s77), do clube Doze de Agosto-SC, e Rodrigo Castro (50s83), do Minas.

No revezamento 4x100 m livre masculino, Neethling competiu ao lado de César Cielo Filho, Nicholas dos Santos e Glauber Silva. O segundo lugar ficou com o Minas, e o terceiro com a Unisanta.

Entre as mulheres, o melhor índice técnico ficou com a sueca Therese Alshammar, do Minas Tênis Clube, graças ao tempo de 26s30 obtido na final dos 50 m borboleta. Ela faturou quatro ouros (50 m e 100 m livre; 50 m costas e 50 m borboleta), duas pratas (4x50 m livre e 4x100 m medley) e um bronze (4x200 m livre).

Outra estrangeira do Minas, a romena Camelia Potec, atual campeã olímpica dos 200 m livre, também saiu de Belo Horizonte com uma coleção de medalhas. Ela ganhou os 200 m, 400 m, 800 m e 1.500 m livre, além de três pratas (4x50 m livre, 4x100 m livre e 4x100 m medley) e um bronze (4x200 m livre).

Das 34 provas individuais femininas, apenas duas tiveram vencedoras brasileiras. Gabriella Silva, do Minas, havia vencido os 100 m borboleta na quinta-feira, e Fabíola Molina faturou o ouro nos 100 m costas neste domingo.

Classificada para ir ao Mundial, Fabíola (Fadenp/São José dos Campos) venceu a prova com o tempo de 1min03s94, seguida por Talita Ribeiro, do Pinheiros, e Paula Baracho, também do Pinheiros.

A argentina Georgina Bardach, da Unisanta, e a francesa Anne Sophie Paranthoen, do Pinheiros, se revezaram no lugar mais alto do pódio nas outras provas.

Neste último dia de Troféu Brasil, o Pinheiros venceu ainda os 100 m costas, com Guilherme Guido, e o revezamento 4x100 m livre feminino, com Flávia Delaroli, Paula Baracho, Flávia de Jesus e Tatiana Barbosa.